never again
“Eu escrevi teu nome em todos os versos e, mesmo que ninguém veja, qualquer trecho que fala de amor é sobre nós.”
Me perdoa meu Deus, por todas as vezes que prometi e não cumpri, por todas as vezes que disse que jamais faria algo e fiz. Me perdoa pelas muitas vezes que fechei os olhos para Ti e te neguei com minhas atitudes. Me perdoa por todas as vezes que te deixei como segunda opção ou que meus desejos vieram antes das tuas vontades. Me perdoa pelo meu orgulho,ou quando deixei de te servir por medo.Me perdoa por todas as vezes que olhei para trás e fraquejei mesmo sabendo que Tu estavas comigo. Me perdoa por todas as vezes que pensei em desistir, e disse que O Senhor tinha me esquecido,E sobretudo me perdoa por dizer que não tenho nada e que estou sozinho quando Tu sempre estas do meu lado. Que a minha vida seja a tua vida e que meus sonhos sejam teus sonhos. Pois teus planos são melhores que os meus.
Mesmo de longe é incrível a sua capacidade de me fazer tão feliz.”
Pesadelos Crônicos.   (via ob-cecado)
— Eu queria me desculpar.
— Ótimo.
— Deixe-me acabar. Eu disse que queria. Mas percebi que não lamento.
— Você preferia morrer a ser humano. E espera que eu concorde?
— Não disse isso, só que não lamento. Mas sabe o que realmente sou? Egoísta. Porque fiz escolhas ruins que te magoaram. Sim, eu preferiria morrer a ser humano. Preferiria morrer agora a passar vários anos com você para perdê-la quando estiver velho e você ainda ser você. Preferiria morrer agora a passar meus últimos anos lembrando como era bom e como eu era feliz. Porque eu sou assim, Elena. E não vou mudar. E não há desculpas no mundo que englobe todas as razões de eu não ser o cara certo para você.
— Tudo bem. Mas eu também não lamento. Não lamento ter te conhecido. Nem que isso tenha me feito questionar tudo. E na morte, é você quem mais faz com que eu me sinta viva. Você tem sido uma pessoa horrível. Você fez todas as escolhas erradas. E de todas as que já fiz, esta deve ser a pior, mas não lamento estar apaixonada por você. Eu amo você, Damon. Eu amo você.”
The Vampire Diaries.   (via revejo)
Eu quero nós. Mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados. Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam. Eu quero pouco e quero mais. Quero você. Quero eu. Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa.”
Caio Fernando Abreu.  (via romantizar)

Porque ele sempre volta. E meu coração fica calmo.

Tati Bernardi. 

(via editorada)
Não me leve a mal, me leve ali e me faça sorrir, pois só você tem esse dom.”
Clara Brandão   (via revivenciador)
Ai você fica com saudades da pessoa só porque não falou com ela direito durante o dia.
É tão bom abraçar quem a gente gosta.
O pior de tudo, é que eu sinto falta dele.”
Anna Paula Varella. (via cinderela-devassa)
Hoje vi um casal de cegos e fiquei surpreso com tamanha felicidade dos dois. E tomei uma grande curiosidade, então procurei saber mais sobre os dois. Fiquei assustado quando me disseram que eles são cegos de nascença e desde que se conheceram não se desgrudam mais. E quando dizem que o amor deles é impossível porque “o que os olhos não vê, o coração não sente”, eles respondem: “vocês que amam com os olhos não sabem o quão é bom amar com o coração.
Jadson Lemos.    (via acumulou)